top of page

Teaser do curta "LEMBRAR QUE A DOR NÃO É O ÚNICO JEITO DE EXISTIR"


Confira o teaser do curta "LEMBRAR QUE A DOR NÃO É O ÚNICO JEITO DE EXISTIR" (2022). Direção de Waleff Dias @waleff.dias projeto no qual assinei a Direção de Fotografia.


Um trabalho maravilhoso que dialoga com minha existência como homem preto, e me trouxe reflexões e ativou memórias profundas. Sucesso, Waleff, amigo! 🙌🏾❤️ Assistam! 👌🏾


#descriçãodaimagem a personagem, um homem preto de cabelo raspado e barba, deitado com o rosto encostado na grama. Seus olhos estão fechados e logo se abrem, olhando para a câmera.


Ficha técnica:


“Lembrar que a dor não é o único jeito de existir” foi executado com os recursos do Edital 002/2021 – Lei Aldir Blanc/SECULT – Promotor Mauro Guilherme e produzido pela Organizações Culturais da Amazônia (OCA Produções).


Equipe

Argumento, direção, produção executiva e direção de arte: Waleff Dias

Roteiro: Bruno Victor e Waleff Dias

Elenco: Ozivaldo dos Santos Caridade e Waleff Dias

Direção de fotografia e legenda: Rodrigo Aquiles Santos

Cenografia: Irlan Paixão

Produção de set: Anna Carolina Maciel Gomes

Tradução da legenda: Jess Ícaro Silva Charles

Montagem e finalização de cor: Isabelle Araújo

Captação voz off: Arthur Mendes (Hause Estúdio)

Interpretação crônica ‘vai e vem’ e carta voz off: Waleff Dias

Trilha sonora crônica ‘vai e vem’: Jerônimo Sodré

Apoio: Nelcicleide Viana Dias Caridade, Ozivaldo dos Santos Caridade, Anna Carolina Maciel Gomes (Kitanda da Miranda), Chayenne Farias Cambraia e Gaby Haddock (Sítio Haddock).

A carta é inspirada na dissertação “Aparições e homens negros: Masculinidades, racismo e a construção por meio do simbólico” de Waleff Dias e o filme “Honey Boy”.

.

.

.


20 visualizações0 comentário
bottom of page